A fauna de Itacaré e a diversidade ambiental

Postado em: 09/08/2017 | Por:

A fauna de Itacaré e a diversidade ambiental

Uma das grandes riquezas da natureza é a sua diversidade de espécies. A fauna de Itacaré se favorece pela preservação ambiental da região, garantindo esse cenário. De baleias a pinguins, os visitantes podem se surpreender com encontros inusitados.

A cidade está localizada na região de conservação da Mata Atlântica coberta pela APA Itacaré Serra Grande, com um ecossistema bem diversificado. Ela preserva 31% da mata ciliar original, o que é uma taxa admirável tendo em vista o alto nível de desmatamento da Mata Atlântica.

É essa preservação que traz grande potencial turístico à cidade, atraindo milhares de visitantes todo ano em busca de seus encantos paradisíacos. O habitat natural favorece muito a diversidade, mas algumas espécies se destacam em meio a esse cenário. Vamos conhecer um pouco da fauna de Itacaré?

O encontro com as jubartes

As jubartes são um dos tipos mais conhecidos de baleia na costa brasileira, principalmente se levar em conta que já correram risco de extinção. Os esforços para protegê-las foram bem sucedidos e hoje elas já não estão mais na lista de animais ameaçados.

Como parte da fauna de Itacaré, as jubartes costumam visitar a região costeira da cidade em meados de Julho, quando chegam para a temporada de acasalamento, justamente na temporada de inverno. É possível realizar passeios de barco para visitação e se aproximar desses animais grandiosos. Brincalhonas, elas adoram se exibir em acrobacias e o canto de acasalamento é outro atrativo da espécie.

Salvem os pinguins

Você pensa que é inusitado encontrar pinguins em pleno litoral nordestino? Na verdade, é mais comum do que pode parecer. Durante o inverno, várias espécies dessa ave migram para águas tropicais e, muitas vezes, se perdem pelo caminho.

É nesse contexto que elas chegam ao litoral baiano, devido a erros de percurso ou mudanças na corrente marítima. O Pinguim de Magalhães, por exemplo, é típico da Argentina e regiões próximas, mas tem o Espírito Santo como destino de migração. Porém, os imprevistos citados anteriormente podem transformá-los em uma adição à fauna de Itacaré.

O grande problema é que eles chegam debilitados pelo cansaço e muitas vezes encalham nas praias. Assim, precisam de cuidados e atenção de ambientalistas e, por que não, de turistas e moradores. Que tal fazer a sua contribuição ao meio ambiente?

Aves, muitas aves

As aves são as principais responsáveis por enriquecer a fauna de Itacaré. A cidade abriga mais de 100 espécies variadas, desde as mais comuns até exemplares raros. Nada mais natural, já que estamos falando de uma região de mata ciliar.

Mesmo com a redução da vegetação original pela produção de cacau, típica dos arredores, as espécies conseguem se manter presentes nas áreas de preservação ambiental, praias e mesmo nas fazendas.

Se pensar em potencial turístico, a observação de pássaros é uma atividade muito importante para a atração de visitantes. Pesquisadores e fãs de aves conseguem garantir boas horas de observação em Itacaré, mas as estratégias precisam ser mais bem planejadas na região.

Um dos lugares mais interessantes para avistar espécies de aves é a Praia de São José. E não é para menos. Trata-se de um dos cenários mais belos das encostas de Itacaré! Não deixe de conhecer mais sobre a Praia de São José aqui no blog!