Tipos de economia compartilhada: Veja alguns setores da economia impactados por essa forma de negócios

Postado em: 21/09/2018 | Por:

Tipos de economia compartilhada: Veja alguns setores da economia impactados por essa forma de negócios

A economia compartilhada se tornou um formato bastante frequente na sociedade moderna. Ela já faz parte do cotidiano de milhões de pessoas que muitas vezes nem percebem que fazem parte desse ciclo. Os tipos de economia compartilhada são tão variados que consumimos sem perceber.

O conceito se enraizou na vida moderna e muitos dos serviços que participam da categoria já se tornaram populares. É o caso do Uber, do Spotify, da Netflix e até da aquisição de bens compartilhados, como uma bela e luxuosa casa de praia.

Você consegue perceber quando está consumindo um serviço ou produto compartilhado? Separamos uma lista com alguns tipos de economia compartilhada. Confira a seguir!

Comunicação e Mídia

O consumo das formas de comunicação e mídia se tornou cada vez mais forte no sistema de economia compartilhada. Basta ver o número de pessoas que assistem à Netflix e ouvem músicas por streaming no Spotify.

Esses canais são alguns dos mais famosos meios de consumo compartilhado que temos hoje. O fator de compartilhamento está presente pela facilidade de acessar a conta de qualquer aparelho móvel, possibilitando o uso por mais de uma pessoa. É também visto pelo consumo simultâneo de um conteúdo por várias pessoas.

No Spotify,, é possível compartilhar listas de músicas e divulgar um conteúdo para que outras pessoas também o consumam. A tendência do streaming surgiu como salvação do mercado fonográfico que enfrentava um declínio com a pirataria e os downloads ilegais.

O próprio Whatsapp pode ser incluído nesta categoria, já que permite que as pessoas se comuniquem de forma econômica sem depender de taxas abusivas das operadoras. Essas já estão optando inclusive por planos que valorizem o aplicativo.

Educação

O conhecimento sempre foi um bem compartilhado, mas hoje se tornou ainda mais fácil repassá-lo através das diversas ferramentas online que surgiram. Aplicativos, nuvens e outras tecnologias permitem que as informações circulem livremente na rede.

É muito fácil encontrar tutoriais para diversos assuntos e o próprio YouTube permite que várias pessoas tenham acesso ao mesmo conteúdo simultaneamente. O Duolingo é outro exemplo de aplicativo, permitindo que o público aprenda idiomas gratuitamente, podendo optar por contribuir através de ferramentas VIP.

Hospedagem

As viagens se tornaram muito mais baratas com o avanço da economia compartilhada. É possível encontrar diversas formas de hospedagem nessa categoria.

É o caso de hotéis que permitem o investimento em time share, por exemplo. O sistema permite adquirir cotas para utilizar um quarto por um tempo predeterminado anualmente, o que gera uma economia em comparação ao check-in tradicional.

Mais do que isso, é possível até investir em uma casa compartilhada para as férias. Essa decisão gera economias à medida que os valores se tornam mais acessíveis e os custos operacionais são divididos entre os demais investidores.

Trabalho

O uso de escritórios compartilhados é outra forte tendência no mercado. A modalidade foi criada especialmente para profissionais liberais que precisam de um espaço para eventuais necessidades sem ter que gastar com alugueis cheios.

Os espaços compartilhados podem ser encontrados em diversos setores da economia, como nos consultórios compartilhados – onde médicos se revezam no uso de salas – e nos espaços de coworking, que trabalham com alugueis de sala por hora ou dia.

Transporte

Entre os tipos de economia compartilhada, o transporte é outro setor que se destaca e até causa polêmicas. É o que acontece com o Uber, que gera economia para seus usuários. O modelo econômico de transporte já gerou diversas polêmicas enquanto proprietários comuns viram em seus veículos uma oportunidade de ganhar dinheiro e competir com os taxistas.

Outra ideia inteligente nos transportes é o BlaBlaCar, que permite economizar nas viagens. Quem precisa viajar pode encontrar outras pessoas com o mesmo destino para dividir o mesmo veículo e dividir os custos do percurso.

Os tipos de economia compartilhada são diversos e esses são apenas alguns exemplos. Os avanços da tecnologia e do comportamento da sociedade evoluem cada vez mais gerando novos formatos de economia.

Gostou deste artigo? Então confira por que compartilhar investimento é uma ótima opção!